domingo, 16 de julho de 2017

Ponto sem Retorno, resenha

Boa tarde!

 

Primeiro que tudo, venho pedir desculpas pela demora na publicação desta resenha! Mesmo de "férias" tenho a vida muito alvoraçada... Tem sido complicado parar em casa e ter tempo para escrever!
Mas aqui estou eu! E hoje trago a minha opinião de Ponto sem Retorno. Li este livro em conjunto com a querida Marta do The book mermaid e a querida Jéssica do De Estranha a Bizarra .






Ficha técnica: 
Título: Ponto sem Retorno
Autora: Gabriela Simões
Nº de páginas: 238
Editora: Edições Vieira da Silva

Sobre a autora... 
Gabriela Gomes Simões nasceu na cidade da Amadora em 1998. Terminou o ano passado o Ensino Secundário no curso de Ciências e Tecnologias, neste momento encontra-se a tirar uma licenciatura em Gestão Hoteleira na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril. Tem como sonho dar a conhecer a sua escrita. A paixão pela escrita começou muito nova, com apenas oito anos escrevia pequenos poemas e histórias, tendo concluído o seu primeiro manuscrito com catorze anos de idade. Nos últimos quatro anos dedicou-se ao seu aperfeiçoamento, no seu conteúdo e forma, acabando por crescer com ele, dando-lhe o título de Giselle – Ponto Sem Retorno, sendo este o seu primeiro livro.


                                                          ---.--- 



Com esta obra, Gabriela leva-nos para um mundo onde o rei aboliu a magia e mandou matar todas as pessoas que a detivessem. A personagem principal, Giselle Levy, é uma meio-bruxa e vive isolada do mundo com o seu avó tentando, a cima de tudo, não levantar suspeitas sobre quem é de forma a evitar "a fogueira". No entanto,  os seus planos correm mal e, quando é apanhada a roubar, é obrigada a ir trabalhar para o palácio correndo mais riscos do que nunca de ser apanhada. Para continuar viva, Giselle tem, então, de passar despercebida e ter cuidado com o que faz.

   Antes de começar a ler este livro, li coisas muito positivas sobre o mesmo! Para além disso, a capa e a sinopse eram mesmo aliciantes e prometiam um grande livro! 
  Penso que a ideia principal deste livro tem bastante potencial. No entanto, considero que a forma como foi desenvolvida apresentou algumas lacunas. Dei por mim a revirar os olhos várias vezes uma vez que me foram, por diversas vezes, apresentados momentos clichés e de "insta love" (amor instantâneo, amor à primeira vista) que, para mim, são das coisas mais irritantes que um livro pode ter. 
  Confesso, também, que tive problemas com a personagem principal uma vez que esta, na minha opinião, teve atitudes um pouco irritantes e arrogantes; Parecia que tudo girava à sua volta havendo, também, momentos que eram um pouco irreais e forçados.
PODE CONTER SPOILER Como, por exemplo, o facto de o príncipe estar a desperdiçar o seu tempo para fazer uma visita guiada ao castelo a uma simples criada ou o facto de ela, que viveu toda a sua vida isolada, ser melhor em equitação do que os príncipes que tinham aulas disso. 
FIM DO SPOILER.

  Pela escrita nota-se, imenso, que a escritora tem pouca experiência e que é o primeiro livro que escreve. Podemos notar isto em algumas caracterizações, descrições e falas das personagens. Acredito que este ponto seja melhorado nos próximos volumes. 

  Tal como as minhas colegas de leitura, encontrei neste livro várias semelhanças com outros livros.

Por fim, considero que o livro tem bastantes pontos positivos mas também tem pontos fracos que acredito que serão corrigidos no próximo livro! 

Gostei imenso de fazer esta leitura em conjunto e espero que um dia o possamos repetir!! Sigam estas meninas lindas que têm blogs espantosos!! ( The book mermaid , De Estranha a Bizarra)

With love,
Banal Girl 

Uma leitura com o apoio de...
 
Gabriela Simões
  


6 comentários:

  1. Nunca o li, mas já me recomendaram várias vezes ;)

    https://damselme.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Nunca tinha ouvido falar deste livro, mas fico contente que talentos portugueses e tão novos a conseguirem singrar neste mundo!! Vou adicionar o livro à minha lista de leituras, fiquei muito curiosa!

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Valorizo muito os primeiros trabalhos dos jovens escritores portugueses. Mesmo que apresentem algumas falhas, é sem dúvida uma grande rampa de lançamento para um futuro promissor! ;)

    ResponderEliminar